Intermodal Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Em formato híbrido, Intermodal 2022 celebra o retorno do evento aos pavilhões

Intermodal-22_Banners-Canal-Digital-2_770x400 (1).jpg
Mais de 20 mil profissionais do setor visitaram a 26ª edição da feira, que aconteceu simultaneamente à NT Expo, evento dedicado ao transporte metroferroviário

A 26ª Intermodal South America será lembrada, para sempre, na história do evento. Isso porque a edição 2022 da feira - que é o principal ponto de encontro dos setores logístico, intralogístico, de transporte de cargas e comércio exterior da América Latina - foi um marco para estes segmentos, ao celebrar o retorno do evento aos pavilhões (em um inédito formato híbrido, sendo realizado tanto de maneira presencial quanto digital) e ao cravar o reencontro das cadeias de abastecimento, distribuição e suprimentos com o mercado, nacional e internacional. O evento aconteceu simultaneamente à NT Expo, encontro de negócios dedicado ao transporte metroferroviário.

Para o diretor do portfólio de infraestrutura da Informa Markets Brasil, promotora e organizadora da Intermodal e da NT Expo, Hermano Pinto Jr., o êxito dos eventos (realizados de 15 a 17 de março, no São Paulo Expo, em São Paulo-SP) deve-se ao alto nível de profissionais e empresas presentes nas feiras - ao todo, foram mais de 200 marcas expositoras, mais de 60 palestrantes e com um número de visitantes qualificados superior a 20 mil.

"Saímos desta edição com a sensação de dever cumprido e felizes com os diversos feedbacks positivos que recebemos. Afinal, vimos expectativas sendo superadas e a satisfação de estar de volta estampada na expressão de nossos expositores, que seguiram fazendo networking, gerando conhecimento e trazendo oportunidades de negócios aos nossos visitantes", afirmou.

Sucesso da Intermodal 2022 reconhecido pelos expositores

Eles levaram à Intermodal as últimas novidades, soluções e tecnologias para os setores contemplados pelo evento. Como o Grupo Martins, operador logístico internacional, que apresentou o novo posicionamento de mercado da marca. Agora, a empresa passa a fazer parte de um restrito grupo de operadores logísticos que atua, com estrutura própria, em todas as etapas do comércio exterior, oferecendo soluções logísticas e de supply chain ‘porta a porta’. 

Foi o que disse o presidente e fundador do Grupo, Lourival Martins, que reconheceu a importância da Intermodal para os negócios da companhia. “A Intermodal desse ano foi emblemática, porque nos aproximou dos clientes e parceiros, depois de quase dois anos de pandemia da Covid-19 sem contato presencial. Essa proximidade com o mercado é fundamental para a retomada dos negócios. Recebemos muitos pedidos de cotação de novas empresas, interessadas em terceirizar a logística internacional, a maior parte para importação de produtos e transporte de cargas”. 

Quem também valorizou a presença no evento foi a G2L Logística, companhia do Grupo Gerdau, que fez sua estreia na Intermodal e aproveitou a participação na feira para posicionar a marca no mercado como operador logístico digital - além de ressaltar o grande crescimento da empresa no último ano, de 300% . Segundo o CEO da G2L, Marlos Tavares, a participação da companhia na Intermodal 2022 reflete o fortalecimento da marca, assim como reforça o desejo da empresa em expandir suas operações para outros segmentos. “Com a logística multimodal, a G2L se destaca pela tecnologia e inovação que oferece, atendendo todas as regiões e setores do país, e não somente a siderurgia”, destacou.

A mesma empolgação com o retorno da feira aos pavilhões foi demonstrada pelo diretor de produtos para a logística da Senior Sistemas, Anderson Benetti. “A Intermodal é um evento super importante para nós da Senior. E este ano ficamos até receosos, a princípio, já que seria a primeira edição pós-pandemia, mas o resultado foi fantástico. No nosso estande, trouxemos um assunto bem relevante, que é a tecnologia para a logística e para o transporte, em um momento em que as empresas estão precisando da inovação para melhorar a eficiência operacional, reduzir custos e manter a competitividade no mercado. Além disso, vários clientes e futuros clientes estiveram nos visitando ao longo do evento. Estamos muito satisfeitos com este cenário de retomada dos eventos presenciais, em especial com a Intermodal”, ressaltou.

Opinião semelhante tem o gerente comercial da Portonave, Rodrigo Gomes. “Entendemos que a Intermodal é, justamente, um espaço para aquecermos as relações de negócios e estamos satisfeitos com os resultados deste ano, que superaram nossas expectativas”, salientou. Em três dias de evento, foram contabilizados mais de 500 visitantes diretos no estande da empresa, entre clientes, fornecedores, parceiros e jornalistas, comunicou o executivo. “Estávamos ansiosos pela volta da feira na modalidade presencial e, mais uma vez, foi uma oportunidade fundamental para fortalecermos nossa marca, além de apresentarmos nosso positivo crescimento dos últimos anos”, complementou.

XXV Conferência Nacional de Logística

Sucesso também foi a programação de conteúdo da Intermodal, capitaneada pela XXV Conferência Nacional de Logística, realizada em parceria com a Associação Brasileira de Logística (Abralog). Ao longo dos três dias de evento, diversos painéis e palestras abordaram o atual momento e o futuro do setor no país, junto a autoridades, especialistas e profissionais renomados do mercado.

No primeiro dia (15/03), por exemplo, foram destacados temas como: “E-commerce: o crescimento recente do setor e tendências para o futuro”, “Vias multimodais e o desafio da integração logística”, “Desafios e oportunidades do ESG para o setor da logística”, “Redução de emissões: abastecimento de lojas com veículos elétricos”, “Nordeste brasileiro: uma grande oportunidade para a expansão da logística na América Latina”, “Estratégias logísticas para o equilíbrio entre o varejo físico e digital” e “Investimentos ESG: Agricultura de Precisão e Climate Action”.

Já no segundo dia (16/03), foi a vez de assuntos como: “Desburocratização: como a tecnologia vem acelerando a superação da ineficiência causada pela burocracia”, “RDC 430/2020: Distribuição, Armazenagem e Transporte de Medicamentos - Onde estamos e os desafios para a implantação”, “Aceleração digital, colaboração e excelência em logística e supply chain”, “Logística hidroviária a partir de Rondônia” e “Cadeia digital de suprimentos como facilitadora da transformação do negócio”.

No terceiro e último dia (17/03), ganharam força debates sobre: “Desestatização do Porto de Santos”, “Comércio internacional no pós-pandemia: nearshoring e onshoring, quais mudanças são permanentes nas cadeias de produção e distribuição e os impactos para a logística mundial”, “Demanda e investimentos em galpões e condomínios logísticos continuam em alta”, “Mediação de conflitos comerciais na logística de comércio exterior do Brasil”, “Dados e Tecnologia: como o bom uso de gestão de frotas pode alavancar e otimizar resultados” e “Desafios da logística verde”.

Expectativas para 2023

Para Hermano, isso é só o começo e muitas novidades ainda vêm por aí. "Vimos que o segmento de tecnologia foi um dos que atraiu muita atenção do público e pretendemos investir ainda mais neste aspecto para a próxima edição. Vamos continuar apostando em inovação, novidades e novas atrações para os setores logístico, intralogístico, de transporte de cargas e de comércio exterior", completou o diretor da Informa Markets Brasil.

Perdeu o evento? Aproveite as últimas chances de você ficar por dentro de tudo o que rolou na Intermodal 2022. Clique aqui para adquirir o seu acesso ao conteúdo On Demand!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar