Intermodal Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Lucratividade na logística: mantendo a saúde financeira e otimizando rendimentos

Lucratividade na logística.jpg
Fernando Arruda, CEO da DMS Logistics, nos ajuda a entender qual é a importância de uma boa gestão financeira e como garantir a lucratividade na logística.

Certamente, manter a lucratividade na logística é um dos principais desafios de uma gestão financeira. Afinal, ao mesmo tempo em que as operações são indispensáveis para o funcionamento do negócio, elas também agregam custos e riscos.  

Sendo assim, o melhor caminho é o do equilíbrio entre a redução de custos e a otimização de rendimentos. O uso de novas tecnologias, a implementação de métodos eficientes de gestão financeira e o acompanhamento de tendências do mercado são alguns dos fatores indispensáveis nessa trajetória.  

Para explicar um pouco sobre isso, contamos hoje com a participação de um especialista no assunto. Fernando Arruda é CEO da DMS Logistics e compartilha dicas úteis para que as empresas obtenham mais lucratividade na logística sem abrir mão da qualidade de suas operações.  

Que tal conferir?  

Quais são as principais dicas para uma gestão financeira eficiente no setor de logística?  

Assim como a DMS Logistics, muitas empresas do ramo realizam operações logísticas no mundo inteiro. Portanto, muitas vezes é preciso levar em consideração que as negociações são realizadas em moedas estrangeiras, não apenas em real.  

Com base nisso, Arruda começa destacando a seguinte dica para obter lucratividade na logística, sem grandes riscos e impactos: "Utilizar Non-Deliverable Forward [NDF] para as operações que envolvem cobrança de serviços em moedas estrangeiras a prazo. Isso protege a empresa de variações abruptas do câmbio".  

O especialista continua a sua explicação com mais detalhes. "A famosa expressão 'cash is king' sempre foi importante no mundo da logística por conta dos prazos cada vez maiores que os clientes demandam. 

Em tempos de crise — e agora de maneira especial por conta da pandemia —, ter um caixa sólido é a prioridade número 1 para uma boa gestão financeira na logística.  

Custos operacionais e administrativos são como unha: sempre tem que cortar! Manter um olhar atento e agir com inteligência é fundamental para se manter dentro da realidade do mercado.  

Já a baixa produtividade, a médio e longo prazo, compromete a sustentabilidade da empresa. Ter foco na produtividade é essencial para se manter competitivo em um mercado onde a cada dia surgem novos concorrentes". 

Leia mais: Intralogística: por que é essencial e como torná-la mais eficiente?

O que deve ser levado em conta para a saúde financeira de empresas do setor logístico?  

Organização e planejamento são pilares para se obter lucratividade na logística. Isso quer dizer que a gestão financeira precisa saber mensurar, analisar, separar e direcionar cada custo e rendimento em seus devidos lugares no negócio.   

Defendendo essa linha de raciocínio, o nosso convidado destaca uma dica importante para uma gestão financeira eficiente na logística. "A empresa nunca deve usar caixa de frete, numerário de impostos ou outros recursos. É preciso sempre separar muito bem essas obrigações do caixa de fato". 

O que pode ser aprendido com outros setores?  

O setor logístico conta com especificidades e características únicas. No entanto, quando o assunto é gestão financeira, há muito o que se absorver de outras áreas do mercado, em especial no que diz respeito ao uso de estratégias e tecnologias.  

Para Arruda, há dois setores que resumem bem essa ideia: varejo e tecnologia. 

O especialista defende a sua visão da seguinte forma: "Ter a disciplina do varejo na hora de fazer as negociações com os fornecedores é um fator diferencial na logística. Afinal, as varejistas são conhecidas como as empresas que mais brigam por preços baixos, pois a margem desse segmento é bem reduzida.  

Por outro lado, a lucratividade na logística pode depender de saber vender como as indústrias de tecnologia ou de luxo, que não brigam pelo preço, mas pela qualidade na entrega de seus produtos e na expectativa superada de seus clientes após a aquisição". 

Como manter a lucratividade na logística, um bom fluxo de caixa e a segurança fiscal?  

"Tendo controle de seu fluxo de caixa antes de conceder prazo de pagamento para um cliente novo ou aceitar renegociar o prazo com clientes atuais. Do mesmo modo, com os seus fornecedores, tenha prazos de acordo com a média que tem com os seus clientes", responde Arruda de forma objetiva.  

Ele ainda reforça que para a segurança fiscal de uma empresa logística, o mercado dispõe de assessorias e consultorias especializadas no assunto. 

Além de manter a lucratividade na logística, é preciso se preocupar com a saúde e estabilidade fiscal da empresa.  

"Contar com uma assessoria jurídica além do seu contador pode ser uma garantia adicional para evitar o risco de cometer alguma falha tributária, seja por desinformação, inexperiência ou interpretação legal", conclui o entrevistado. 

Quer saber mais sobre como otimizar seus processos logísticos? Então siga as redes sociais da Intermodal South America e acompanhe nosso canal digital! 

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar