Intermodal Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Transporte intermodal como vantagem nos custos e prazo de entrega

Transporte intermodal como vantagem nos custos e prazo de entrega.jpeg
Combinando mais de um tipo de modal, é possível reduzir o prazo de entrega, conquistar um ótimo custo-benefício, atender bem o cliente e muito mais.

Você já parou para pensar que a utilização do transporte intermodal pode ser extremamente vantajoso para a sua empresa? 

Afinal, combinando mais de um tipo de modal, é possível reduzir o prazo de entrega, conquistar um ótimo custo-benefício, atender bem o seu cliente e muito mais.

Para falar um pouco mais sobre o transporte intermodal, entrevistamos o mestre em educação e novas tecnologias e professor do curso de logística da Uninter, Roberto Pansonato. 

Quais são as vantagens do transporte intermodal?

Para Roberto Pansonato, “A principal vantagem da intermodalidade é que é possível aproveitar e utilizar as melhores características que cada modal pode oferecer. Afinal, não se pode dizer que existe um modal que seja superior aos demais em todos os aspectos”. 

Além disso, podemos citar:

  • diminuição dos custos nas operações;
  • redução da emissão de gases poluentes;
  • minimização do movimento nas rodovias;
  • maior eficiência energética;
  • aumento da competitividade.

Quais são as vantagens do transporte aquaviário?

“O transporte aquaviário é praticamente imbatível quando se aborda a capacidade de movimentação”, ressalta Pansonato.

Além disso, o professor conta que boa parte do comércio entre países utiliza esse modal. No entanto, quando focamos no Brasil, vemos que temos enormes possibilidades de utilização desse modal para o transporte interno, seja por meio do:

  • transporte fluvial: em função da boa possibilidade de navegação em algumas regiões no Brasil, ou
  • transporte marítimo: utilizando a cabotagem. 

Quais são as vantagens do transporte rodoviário?

Uma das principais vantagens do transporte rodoviário é que ele movimenta cargas porta-a-porta, ou seja: retirar na origem e entregar no destino. 

“Nenhum outro modal tem a disponibilidade e a flexibilidade do modal rodoviário”, destaca Pansonato.

Com o crescimento do e-commerce, podemos notar que esse modal tem sido essencial para a movimentação de cargas fracionadas, em atendimento às entregas de última milha (last mile). 

Para o especialista, “Partindo do pressuposto de utilizar o modal em sua melhor característica, aí está uma delas, que pode ser explorada por meio de caminhões de pequeno porte, furgões, motos e bicicletas”. 

Quais são as vantagens do transporte aéreo?

Para Pansonato, “Se compararmos as velocidades dos modais de transporte existentes, é nítido perceber a superioridade do modal aéreo (ou aeroviário)”.

Afinal, para você ter uma ideia, um jato comercial pode chegar em torno de 900 km/h. Por conta disso, as cargas perecíveis, urgentes ou de alto valor agregado, são as mais recomendadas para esse tipo de transporte.

“Ainda em relação a esse modal, não podemos deixar de falar sobre a utilização de drones, que embora ainda esteja dependendo da aprovação juntos aos órgãos legisladores, é uma opção interessantíssima para compor combinações intermodais”, ressalta o mestre em educação e novas tecnologias.

Quais são as vantagens do transporte ferroviário?

O modal ferroviário tem como principal vantagem a rápida capacidade de movimentação e o custo-benefício. Porém, ainda podemos melhorar muito na utilização desse transporte.

É verdade que paramos no tempo quando se aborda o tema ferrovia, sem contar com a falta de critério técnico para definição de um padrão de bitolas aqui no Brasil, o que prejudicou bastante a integração de linhas. Mas nem tudo está perdido”, afirma Pansonato.

O especialista explica que, de acordo com dados do governo federal, o modal ferroviário corresponde a 15% da matriz de transporte brasileira. Além disso, o objetivo é chegar a 30% nos próximos 10 anos. 

Pansonato reforça que uma das ações para evoluirmos nesse setor é a criação do Marco Legal das Ferrovias — que pretende aumentar os investimentos privados no setor ferroviário. 

Como o transporte intermodal pode diminuir custos e prazo de entrega?

Um dos princípios da intermodalidade se refere à integração entre modais. Veja alguns exemplos apresentados por Pansonato:

  • rodoviário-ferroviário: alia a flexibilidade e a disponibilidade do veículo rodoviário com o transporte ferroviário para longas distâncias a um custo mais competitivo;
  • aeroviário-rodoviário: visa reduzir o prazo de entrega, principalmente para produtos de alto valor agregado;
  • rodoviário-aquaviário: promove a redução da quantidade de caminhões pelas estradas do Brasil, deixando de emitir poluentes no ar e proporcionando um ganho expressivo de sustentabilidade ambiental.

Gostou de aprender mais sobre o transporte intermodal? Se sim, inscreva-se no Intermodal Digital Series Tech - Varejo e e-commerce!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar